O que é PFRPG

Pra quem chegou agora e está começando, nada melhor do que uma boa introdução – e ninguém melhor pra fazer isso do que os próprios caras, que fizeram um livreto muito incrível chamado Strategy Guide com o intuito de ajudar os jovens a conhecerem o jogo.

Sem mais, segue minha tradução livre da introdução.

O que é o Pathfinder RPG?

No RPG Pathfinder, você interpreta um personagem heróico que se alia a outros heróis em um conto épico de aventura e intriga, cheio de buscas perigosas e recompensas lendárias. Em uma sessão de jogo típica, o Mestre do Jogo (GM – Game Master) e os jogadores criam juntos uma história em que os jogadores agem como os personagens principais da história, chamados de ‘personagens do jogador’ (PCs – player characters). O GM faz o papel dos outros: vilões, aliados, espectadores, e até mesmo o próprio ambiente; tudo isso enquanto cria objetivos para os personagens dos jogadores alcançarem e desafios para superarem. Ao longo do tempo, os personagens ganham mais poder, podem usar novas habilidades, encontram tesouros fantásticos, ferramentas úteis e outras pilhagens para ajudar em suas buscas.

Todos no jogo rolam dados em vários momentos para determinar se um personagem conseguiu fazer certa ação ou se falhou, e também para medir o impacto que esses resultados tiveram no momento da ação. Isso cria um elemento de ‘acaso’ na história que você está participando, e alguns dos melhores momentos em RPGs são quando o personagem consegue superar as dificuldades com um pouco de sorte e uso esperto das regras.

O RPG Pathfinder é um jogo de fantasia, onde magia é real e elfos, anões e monstros andam pelo mundo. Muitos personagens entram em papéis tradicionais da fantasia como magos e bárbaros, e encontram monstros clássicos como orcs e dragões. Como um jogador, você pode criar um personagem e interagir com o mundo. Esse livro vai te ajudar a criar um personagem para poder participar do jogo, e depois te ajuda a fazer coisas com seu personagem – incluindo exploração, lutas com monstros e interações com outros personagens. O livro também te dá dicas para aproveitar melhor seu personagem e sua sessão de jogo.

[…]

Materiais que você precisa para jogar

Além desse livro e acesso a uma cópia do Livro Básico ou o documento de referência do Pathfinder (na internet, procure PF RPG PRD), você precisa ter o seguinte:

  • Uma cópia de uma ficha de personagem para usar quando for fazer seu personagem. Você pode baixar e fazer cópias das fichas e outros materiais úteis de graça no site da editora.
  • Lápis para preencher sua ficha e atualizá-la quando subir de nível. (É sério, TRAGAM LÁPIS)
  • Um set de dados de RPG – do tipo que se usa com D&D e Pathfinder.
  • Pessoas com quem jogar. (ops)

Termos e Conceitos Importantes

No RPG Pathfinder, os jogadores interpretam personagens heróicos que saem em busca de aventuras. Um participante é o Mestre do Jogo (GM), e ele trabalha com os outros para criar sua história e interpreta os personagens que os jogadores encontram, monstros e muitos outros detalhes que fazem parte de contar uma história envolvente.

Como jogador, você faz todas as decisões do seu personagem, como quais habilidades o personagem aprende e quais equipamentos seu personagem carrega. Você também controla outras partes do seu personagem, como personalidade, motivações, o que ele ou ela fala e como ele ou ela responde a vários desafios. Você pode fazer seu personagem tentar fazer praticamente qualquer coisa que você possa imaginar, e mesmo que as regras não descrevam exatamente como você pode resolver sua ação, você e o GM podem decidir como (e se) essa ação pode funcionar.

Como GM, você não é focado em um único personagem, mas sim descreve e revela o mundo para os jogadores enquanto eles o exploram. Você constrói a base da história que todos jogam juntos, ou seja, você interpreta os antagonistas que os personagens enfrentam assim como os aliados dos personagens ou qualquer estranho que eles encontrem no caminho. Você também interpreta o próprio mundo, escolhendo elementos da trama, descrevendo culturas que os heróis encontram e até mesmo dando vida à paisagem e ao clima. Você é o anfitrião, o diretor e os atores coadjuvantes ao mesmo tempo. Você também é o árbitro do que é ou não permitido no jogo ou no cenário – sua palavra é final em relação a questões sobre regras.

Mesmo que os jogadores e o GM estejam interpretando papéis opostos, vocês estão todos criando uma história de forma cooperativa. Toda vez que um personagem tenta uma ação, faz um ataque ou tenta resistir um efeito nocivo, um jogador rola um ou mais dados, e o jogador e o GM usam o resultado aleatório para determinar se a ação falhou ou foi bem sucedida. O GM desafia os jogadores a vencer vários obstáculos, mas não deveria criar tarefas impossíveis. Lembre-se: se todos se divertem durante o jogo, e os jogadores se sentem testados porém triunfam no final, todos ganham!

Conceitos Importantes

Um RPG é geralmente organizado como uma campanha ou uma aventura – uma série de sessões de jogo (geralmente cerca de quatro horas que vocês passam jogando juntos) que se combinam para formar uma história maior. Em cada sessão, os jogadores começam de onde pararam na anterior, decidem o que vão fazer em seguida e daí lidam com os resultados de suas decisões e com as surpresas que o GM resolve jogar pra eles.

O RPG Pathfinder tem algumas semelhanças tanto com jogos de tabuleiro (especialmente os elementos de sorte introduzidos ao jogo por meio das rolagens de dados) quanto com videogames (onde jogadores controlam um personagem em uma história), mas o Pathfinder é diferente dos dois por proporcionar muito mais liberdade aos jogadores. Você pode tentar ir pra qualquer lugar e fazer praticamente qualquer coisa nesse jogo – mesmo que o jogo não possua regras específicas para sua tentativa, tem uma variedade de regras gerais que podem ser adaptadas para o que quer que queira descrever.

Quando os heróis entram em uma luta, isso é chamado de encontro. Esses combates geralmente ‘acontecem fisicamente’ em uma mesa com um mapa quadriculado em que cada quadrado representa um espaço de um metro e meio por um metro e meio (5ft by 5ft). Nesse mapa, miniaturas de plástico ou metal, ou peões de papelão, representam a posição dos vários personagens e a situação atual do combate.

Termos Essenciais

Abaixo há alguns termos que são usados ao longo do livro (e do blog rs), com a abreviação em parênteses.

Personagem do jogador [player character] (PC): é um personagem controlado diretamente por um dos jogadores – geralmente um herói na história que está acontecendo.

Personagem do mestre [nonplayer character] (NPC): é um personagem controlado pelo mestre (não por outro jogador), como um guarda da cidade ou o taberneiro, ou mesmo um monstro tipo um goblin.

Nível: Esse número indica o quão experiente é um personagem. Personagens começam no primeiro nível, e ao saírem pelas aventuras eles podem subir de nível com o tempo até chegarem ao 20º nível. Quando um personagem ganha um nível, ele ou ela recebe novas habilidades e melhorias.

Dados (d4, d6, d8, d10, d12, d20, d%): quando a letra ‘d’ minúscula é seguida de um número, se refere a um dado com esse número de lados. Por exemplo, um d6 é um dado de seis lados, e um d20 é um dado de vinte lados. Às vezes você precisa rolar vários dados e somar os resultados; nesses casos, o número de dados que você rola vai antes do ‘d’ e o tipo de dado vem depois do ‘d’. Por exemplo, 4d6 significa “role quatro dados de seis lados e some os resultados”.

Modificador: esse é o número adicionado a uma rolagem de dados ou um número na sua ficha de personagem. Por exemplo, sua rolagem de ataque pode ter um modificador de +5, o que significa que quando você for fazer um ataque, soma cinco ao número que você tirou no d20 pra conseguir seu resultado (assim, um 12 no dado seria um total de 17 e assim por diante). Um bônus é um modificador que é +0 ou mais, e uma penalidade é um modificador de -1 ou menos.

Bônus Base de Ataque [base attack bonus] (BAB): esse número é um modificador adicionado às suas rolagens de ataque. Um número mais alto significa que você é um combatente melhor.

Classe de dificuldade (CD): quando você rola um dado para tentar fazer uma ação desafiadora, esse é o número que o seu resultado total (incluindo modificadores) precisa alcançar para ser bem sucedido naquela ação. Escalar uma parede escorregadia, se jogar no chão para evitar uma baforada de dragão, conseguir a confiança de um guarda cheio de suspeitas: todos têm sua CD específica determinada pelo GM. Quanto maior a CD, mais difícil o desafio.

Classe de Armadura (CA): esse número representa quão difícil é acertar um personagem com armas e algumas magias, e funciona como uma classe de dificuldade para ataques. Quanto maior a CA, mais difícil é acertar aquele personagem. Uma pessoa comum sem armadura tem uma CA de 10. Armaduras e outras habilidades podem aumentar esse número.

Pontos de vida (PV): esse número representa quanto dano físico seu personagem pode aguentar. Ataques bem sucedidos contra seu personagem reduzem esse valor. Quando o total de PVs de um personagem fica abaixo de 0, ele ou ela pode ficar inconsciente e pode até morrer.

Teste de resistência [saving throw]: é um tipo de rolagem para resistir efeitos nocivos, como superar uma mordida venenosa, esquivar-se de uma explosão ou resistir a uma magia de controle da mente. Isso às vezes é descrito apenas como um save (teste).

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s